Santa Catarina

Vítimas que morreram em acidente de ônibus no PR são trazidas para sepultamento em SC

Três das cinco pessoas que morreram serão enterradas na Serra e Oeste de SC. IML identifica vítimas do acidente no PR com ônibus de Lages
Três das cinco pessoas que morreram em um acidente de ônibus na madrugada desta sexta-feira (11) no Sudoeste do Paraná terão o sepultamento em Santa Catarina e os corpos são trazidos ao estado neste sábado (12). Outras 14 pessoas ficaram feridas.
A colisão foi entre um ônibus e um caminhão-caçamba, na PR-280, entre Mariópolis e Clevelândia. O ônibus seguia de Lages para Foz do Iguaçu, de acordo com a empresa de transporte de passageiros, Viação Catarinense.
Dois dos velórios serão em Lages, na Serra catarinense, do motorista e uma passageira. Outra mulher será enterrada em Vargeão, no Oeste catarinense. Outras duas pessoas devem ser enterradas no Paraná, uma delas natural de Joaçaba, do Oeste catarinense, mas residente do estado vizinho.
Oito feridos já foram liberados dos hospitais até a tarde deste sábado. Das seis pessoas que seguem internadas, uma continua na UTI em estado gravíssimo: uma mulher de 28 anos de Curitibanos, no Oeste catarinense.
Comoção no velório do condutor
O corpo do motorista do ônibus, Roberto Donizete Nunes, de 51 anos, chegou a Lages no início da manhã deste sábado. Durante todo dia, parentes, amigos e colegas de trabalho foram prestar as últimas homenagens. O sepultamento ocorreu às 16h no Cemitério da Penha, conforme a funerária.
O clima no velório também era de revolta pelo fato do outro condutor envolvido no acidente estar embriagado. Luís Amilton Pelentier, de 58 anos, foi hospitalizado, preso em flagrante e indiciado por homicídio culposo qualificado.
“Pessoal parece que não cria a consciência referente a isso”, disse o sobrinho de Roberto, Raphael Luiz Wolff.
De acordo com a família, Roberto Donizete trabalhava como motorista há mais de 20 anos. Na Viação Catarinense, ele estava há cinco anos e nunca tinha se envolvido em um acidente grave. Nos últimos anos falava em se aposentar.
“Ele era super cuidadoso. Eles são cheios de exigências, e ele sempre primou pela preservação da segurança de todos. Era uma pessoa maravilhosa”, disse o sobrinho Acelino Wolff.
Mulher morre a caminho do velório do sogro
A passageira Eliza Ferreira, de 40 anos, morava em Vargeão. Ela era funcionária da Prefeitura de Vargeão, e viajava para o velório do sogro quando morreu no acidente de ônibus.
Em nota oficial, a prefeitura decretou luto de três dias pela morte da servidora e externou “o sentimento de pesar e solidariedade aos familiares e amigos”. Ela deve ser enterrada na cidade, mas até a publicação desta notícia, não havia informações sobre os atos fúnebres.
Além do motorista, o corpo de outra passageira, Maria Padilha, de 56 anos, será trazido para Lages na noite deste sábado, mas não havia chegado ao município até as 21h. Ela deve ser enterrada no cemitério Municipal do Painel, às 10h de domingo, de acordo com a funerária.
Veja mais notícias do estado no G1 SC

Leia:  Jovem de 18 anos é encontrado morto em Garopaba; esposa é suspeita

O CatanduvasMais é um agregador de notícias, logo todo o conteúdo desta notícia é de responsabilidade do G1.

Deixe sua opinião:

pessoa(s) deixaram sua opinião. Sua opinião é muito importante, participe!