Política

Procurador provoca Gilmar: “Se está tudo correto, o ministro não deveria estar preocupado”

O procurador Julio Marcelo de Oliveira defendeu a investigação da Receita Federal sobre os negócios de Gilmar Mendes.

Disse ele: “Toda autoridade pública deveria estar sobre escrutínio permanente de sua movimentação financeira e evolução patrimonial. Se está tudo correto, o ministro não deveria estar preocupado. Numa república, a autoridade mais elevada é o cidadão”

Após a notícia de que vários ministros do STF se ‘solidarizaram’ com Gilmar, postando-se contrários ao ato da Receita investigar o ministro, Julio também se posiciona.

Diz ele: “Eu estou solidário com quem investiga. Ministro do STF não está acima das leis e deve explicações ao Fisco como qualquer cidadão. Quem não deve, não teme. Isso é problema dele, não do STF. Presidente do STF não tem nada que se intrometer em investigação da Receita sobre isso”

Com informações dO Antagonista.

O CatanduvasMais é um agregador de notícias.

Deixe sua opinião:

pessoa(s) deixaram sua opinião. Sua opinião é muito importante, participe!

Leia:  Justiça Federal quebra sigilo de advogado de Michel Temer