Política

Prefeito americano que atacou Bolsonaro é casado com feminista e passou lua de mel em Cuba



Bill de Blasio, o prefeito de Nova York, recentemente resolveu atacar o presidente brasileiro Jair Bolsonaro.

O motivo é um evento em homenagem a Bolsonaro por seus esforços para melhorar a relação entre Brasil e Estados Unidos, que será sediado em Nova York, e ao qual o prefeito se opõe fortemente.

Para compreender melhor, é preciso explicar quem é Bill de Blasio. Além de se autodefinir como um “homem de esquerda que acredita na intervenção do Estado”, de Blasio é casado com Chirlane McCray, conhecida por ser militante da organização radical de feministas e lésbicas negras “Combahee River Collective” desde os anos 70.

Quando se casaram, o governo dos Estados Unidos proibia viagens à Cuba, a capital do socialismo nas Américas, mas isso não impediu os de Blasio de irem contra a legislação do próprio país para satisfazer um capricho ideológico, e foi em terreno da ditadura castrista que Bill e a mulher passaram a lua de mel.

Crítico ferrenho de Trump, de Blasio atuou na campanha de Hillary Clinton em 2016, mas foi demitido por ser “politicamente fraco” e “não decisivo”.

O Assessor Especial da Presidência da República para Assuntos Internacionais, Filipe Martins, comentou os ataques do prefeito esquerdista no Twitter. Disse ele: “Não há surpresa alguma em ver Bill de Blasio — um sujeito que colaborou com a revolução sandinista, que considera a USSR um exemplo a ser seguido e que faz comícios no monumento dedicado a Gramsci no Bronx — criticando o PR Bolsonaro. Surpresa seria uma toupeira dessas o elogiar.”

https://platform.twitter.com/widgets.js

Leia:  Danilo Gentili ‘goleia’ Globo e bate recorde de audiência do ano

Com informações do Renova Mídia.

 

 

O CatanduvasMais é um agregador de notícias.

Deixe sua opinião:

pessoa(s) deixaram sua opinião. Sua opinião é muito importante, participe!