Futebol

Os jogadores do Inter tiveram um domingo de atividade física intensa

A primeira semana de trabalhos do Inter em 2019 foi concluída na manhã desse domingo com uma atividade intensa no centro de treinamentos do Parque Gigante. O dia foi marcado por corrida, seguida de circuito físico com diversos aparelhos, onde os atletas se alternavam em dois grupos de trabalho.

O grupo, que se reapresentou na última quinta-feira para a pré-temporada de 2019, tem sido submetido a uma sequência de exercícios, de olho no Campeonato Gaúcho (que começa no dia 20), Copa do Brasil, Libertadores e Brasileirão.

Na próxima semana, a equipe sob o comando do técnico Odair Hellmann realiza os primeiros treinos com bola neste ano, priorizando aspectos técnicos e táticos. Até agora, apenas os goleiros foram a campo para esse tipo de preparação.

Contratados

Guilherme Parede (ex-Coritiba), Neilton (ex-Sport) e Rafael Sóbis (ex-Cruzeiro), os três mais recentes contratados para o ataque colorado, passaram por avaliações clínicas e testes físicos com a comissão técnica e já treinam com os novos colegas.

Em entrevista ao site oficial colorado, Sóbis (anunciado no sábado, um dia após rescindir contrato com a Raposa mineira, comentou o seu contentamento pelo retorno para o clube, onde já atuou em dois momentos (2004-2006 e 2010-2011): “É um momento espetacular, talvez o mais especial da minha carreira nos últimos anos. Eu desfrutarei ao máximo e darei o meu máximo para fazer que esta nova história fique eternizada, como as outras”.

Renovados

Também nesse domingo, o Inter anunciou as renovações oficiais do atacante Wellington Silva (por mais 18 meses) e do volante Rithely (até o meio do ano). Este último, ainda vinculado ao Sport-PE, está no Beira-Rio desde 2018 mas ainda não vestiu a camisa colorada, devido a duas lesões seguidas (tornozelo e panturrilha). Superado o problema médico, ele já pode estrear.

Leia:  O Grêmio começa a definir o time que vai estrear no Campeonato Gaúcho

De saída

Um dos últimos remanescentes da campanha que rebaixou o Inter em 2016 está oficialmente de saída da avenida Padre Cacique. Trata-se do zagueiro Ernando, cujo fim do contrato a direção do Saci conseguiu antecipar em um ano. O seu provável destino é o Bahia, que disputará a Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro. Aos 30 anos, ele foi contratado junto ao Goiás em 2014 e no ano passado atuou pelo Sport-PE.

Incerteza

Já a situação do meia-atacante Valdívia permanece uma incógnita. Devolvido recentemente pelo Al-Ittihad da Arábia Saudita (que antecipou a sua devolução antes do fim do empréstimo), o jogador ainda não teve a sua situação definida pela direção do Inter. E se a hipótese de um reaproveitamento divide opiniões entre a torcida, o executivo de futebol colorado Rodrigo Caetano é taxativo, ainda que extraoficialmente:

“Nós nunca tratamos nada a respeito de uma possível volta de Valdívia ao elenco”, frisou. “Ele rescindiu o seu contrato por lá [no futebol do Oriente Médio] e nós não temos responsabilidade financeira com ele até o final de junho.”

Aos 24 anos, o jogador (cujo nome de batismo é Wanderson Ferreira de Oliveira) atuou no Colorado de 2013 a 2016, quando participou da campanha que resultou no inédito rebaixamento para a Série B. Nas duas temporadas seguintes, acabou emprestado ao Atlético-MG, São Paulo e Al-Ittihad.

 

 

O CatanduvasMais é um agregador de notícias, logo todo o conteúdo desta notícia é de responsabilidade do Jornal O Sul.

Deixe sua opinião:

pessoa(s) deixaram sua opinião. Sua opinião é muito importante, participe!