Futebol

O Grêmio começa a definir o time que vai estrear no Campeonato Gaúcho

Faltando quase uma semana para o início do Campeonato Gaúcho (no dia 20, fora de casa contra o Novo Hamburgo), o time do Grêmio que iniciará a competição começa a tomar forma. Na manhã dessa sexta-feira, a equipe alternativa participou do primeiro treinamento coletivo da pré-temporada, contra um escrete de jogadores do grupo principal e garotos da transição.

Enquanto o primeiro turno foi reservado a trabalhos técnicos, à tarde o grupo participou de atividades físicas no centro de treinamentos Luiz Carvalho, na Arena. E, conforme antecipado nesta semana pelo técnico Renato Portaluppi, as primeiras rodadas do torneio regional ficarão a cargo de uma esquipe mista.

O primeiro esboço apareceu, com vitória de 2 a 0. No gol estava Paulo Victor, que poderá revezar com Julio César nos primeiros jogos. Já a defesa contou com Leonardo, Paulo Miranda, Marcelo Oliveira e Juninho Capixaba. Já os volantes foram Rômulo e Matheus Henrique, enquanto Kaio, Jean Pyerre e Alisson fizeram uma linha-de-três, tendo o atacante Thonny Anderson mais adiantado.

No outro time a escalação incluiu Julio César, Madson, Thyere, Ruan e Cortez, depois substituído depois por Lucas Grossi (Sub-20). Thaciano, Lincoln, Marinho, Vico e Pepê atuaram como meias, tendo André como centroavante. Os demais atletas – que devem entrar só mais adiante no Gauchão – trabalharam com o preparador Rogério Dias no campo 3, em uma sessão de atividades técnicas e física.

Sábado

À tarde o plantel tricolor trabalhou junto em uma atividade física no gramado, sob o comando dos preparadores Rogério Dias, Mário Pereira e Gabriel Alves. Eles voltaram à concentração e neste sábado serão submetidos a exames laboratoriais e de imagem no Hospital Moinhos de Vento.

O CatanduvasMais é um agregador de notícias, logo todo o conteúdo desta notícia é de responsabilidade do Jornal O Sul.

Deixe sua opinião:

pessoa(s) deixaram sua opinião. Sua opinião é muito importante, participe!

Leia:  Gabriel Jesus diz que sua carreira “deu uma parada”, mas garante ter superado a Copa sem gols