Futebol

O ex-árbitro de futebol Oscar Ruiz é acusado de assédio sexual e chantagem a outros juízes

Um dos árbitros mais importantes do futebol sul-americano nos últimos anos e atualmente aposentado da profissão, Óscar Ruiz está sendo acusado de assédio sexual e chantagem a outros juízes. Segundo a imprensa colombiana, foram quatro colegas de profissão de Ruiz que o denunciaram.

Um deles, Harold Perilla, chegou a apresentar queixa criminal. “O senhor Óscar Julián Ruiz, desde 2007 até quando me aposentei, me dizia que se deveria ter relações sexuais com ele se quisesse chegar longe na arbitragem. Me dizia coisas mórbidas. Uma vez chegou a tocar nos meus testículos e nádegas”, disse Perrilla, em entrevista à Rádio W, da Colômbia.

O denunciante definiu Ruiz como uma pessoa “muito inteligente”, porque não deixa evidências de seus assédios e afirmou ainda que ele se aproveita de seu poder da Comissão Arbitral da Colômbia e quem compartilhava as histórias dos supostos abusos com outros profissionais ou ameaçasse denunciar, era vetado.

“Me convidou para ver uma final da Liga dos Campeões na sua casa e, de uma hora para a outra, começou a me tocar na perna. Pedi que me respeitasse e ele ficou de pé e, desde então, mudou comigo”, também declarou Julian Mejía, outro dos denunciantes.

Além de Ruiz, Perilla também denunciou Ímer Machado, ex-árbitro Fifa e membro do conselho de arbitragem colombiano e que esteve presente nas Copas do Mundo de 2002, 2006 e 2010 e apitou quatro finais de Copa Libertadores.

“Machado fez bullying comigo, me colocava apelidos, me tocava nas nádegas, nos testículos. Tive mil experiências deste tipo com ele e tenho testemunhas”, relatou.

Óscar Ruíz encerrou sua carreira em 2011, tendo apitado três Copas do Mundo (2002, 2006 e 2010). Também foi o árbitro da final da Copa América de 1999, vencida pela Seleção Brasileira, e quatro finais de Libertadores.

Leia:  “Jogo mais importante do campeonato”, diz volante do Pelotas sobre jogo contra o Grêmio

Denúncia antiga

Essa não foi a primeira vez que Ruiz foi denunciado por assédio sexual. Em 2012, Germán Mauricio Sánchez, também prstou queixa contra o ex-juiz. O incidente entre eles aconteceu em 5 de dezembro de 2010, quando o colombiano teria se aproveitado do juiz em sua casa, na cidade de Villavicencio.

‘Eu não o denunciei antes porque tinha a meta de voltar a apitar profissionalmente. Queria que tudo pudesse ser solucionado nas instâncias esportivas’, esclareceu Sánchez na época.

O CatanduvasMais é um agregador de notícias, logo todo o conteúdo desta notícia é de responsabilidade do Jornal O Sul.

Deixe sua opinião:

pessoa(s) deixaram sua opinião. Sua opinião é muito importante, participe!