Futebol

Neymar retorna à França após o tratamento feito em um hospital no Qatar

Voltando à Europa após passar o período de Carnaval no Brasil, Neymar encerrou o período de tratamento em um hospital de Doha, no Qatar. Depois de assistir a eliminação do PSG contra o Manchester United, o brasileiro passou três dias no centro médico Aspetar cuidando da lesão no quinto metatarso do pé direito.

Agora, o camisa 10 da Seleção Brasileira volta para a França, onde segue tratando da contusão no pé. O hospital de Aspetar é credenciado pela Fifa como um centro médico de excelência, considerado uma das principais referências em ortopedia e medicina esportiva. O PSG optou por enviar o brasileiro até lá para um período de avaliação.

Segundo informações do corpo médico do hospital, Neymar realizou o processo de check-out nesta terça-feira (12). A previsão de uma recuperação em 100% do jogador é de cerca de dois meses e meio. O jogador de 27 anos deve voltar há poucas semanas do início da Copa América.

Recuperação evoluiu

A recuperação de Neymar evoluiu depois da ida ao Qatar. Pelo menos esta é a avaliação do preparador físico Ricardo Rosa e do fisioterapeuta Rafael Martini, que acompanham o craque da seleção brasileira. O camisa 10 finalizou no domingo o período de avaliação médica no Hospital Aspetar, em Doha, no Qatar, e retornou a Paris para concluir o tratamento.

Preparador físico e fisioterapeuta classificam o desempenho do atacante como “além do esperado”. Em Doha, Neymar passou por testes e avaliações físicas e clínicas. O atleta ainda fez exames como ressonância, raio X, tomografia e ultrassonografia, a fim de avaliar a evolução no tratamento.

“Os resultados são excelentes, sendo alguns até acima da média para futebolistas. A ideia é seguir evoluindo conforme a liberação do departamento médico até a fase de treinamento sem restrições”, explicou Ricardo Rosa.

Leia:  O Inter pega, nesta quarta, o Novo Hamburgo em jogo válido pela última rodada da primeira fase do Gauchão

Já Rafael Martini assegura que, clinicamente, “Neymar está bem” e sem dores no pé direito. O quinto metatarso fraturado não é alvo mais de queixas do camisa 10 da seleção brasileira.

“Ainda temos algumas restrições porque temos que respeitar a fase da recuperação em que ele se encontra, mas dentro do que é possível ser feito, ele tem feito com excelência e sem nenhum problema”, disse o fisioterapeuta.

O CatanduvasMais é um agregador de notícias, logo todo o conteúdo desta notícia é de responsabilidade do Jornal O Sul.

Deixe sua opinião:

pessoa(s) deixaram sua opinião. Sua opinião é muito importante, participe!