Política

Lava Jato: A cartada de Moro para salvar a Operação

Para quem esteve acordado no Brasil desde o início da Operação Lava Jato, é fácil percebeu que Sergio Moro é um excelente estrategista.

Desde o início da Operação foram várias vezes em que ele precisou entrar em confronto direto com grandes poderes, como organizações criminosas e quadrilhas de especialistas em crimes de colarinho branco, e podemos dizer que Moro sofreu baixas mas seguiu vencedor.

Pela primeira vez, vimos políticos e poderosos sendo pegos cedinho pela Polícia Federal, e encaminhados para prisões, onde, após condenados, iniciaram o cumprimento de suas penas. Dentre eles, impossível não citar o líder máximo da quadrilha petista, que apesar de diversas artimanhas e tentativas, envolvendo parlamentares, ministros do Judiciário e até mesmo uma ex-presidente, esteve sempre a um passo atrás do brilhantismo do então juiz Sergio Moro.

A decisão do STF, que em teoria, enterra sim a Lava Jato, não passara ilesa pelo ex-juiz que agora possui poderes de um superministro. Sergio Moro, ao que já havia previsto esse ataque contra a Operação, e apresentou com bastante antecedência o pacote anticrime, a ser votado em breve pelo Congresso, e que colocará as questões sobre caixa dois e corrupção em seus devidos lugares.

Além do apoio de um Congresso renovado, Sergio Moro também conta com um importante aliado. O Presidente da República, que também possui ao seu alcance outras ferramentas que podem diminuir os danos colaterais da decisão do STF.

 

O CatanduvasMais é um agregador de notícias.

Deixe sua opinião:

pessoa(s) deixaram sua opinião. Sua opinião é muito importante, participe!

Leia:  Deputado empurrado por Maria do Rosário desabafa: “Graças a Deus, filmaram”