Política

“Intercept” divulga fake news sobre autoria de ataques ao “vovô do slime”

O site de extrema-esquerda “Intercept” divulgou fake news sobre a autoria dos ataques ao “vovô do slime”, Nilson Izaias Papinho, tentando ligá-los a “milícias virtuais” de direita.

De acordo com a publicação, feita pelo “jornalista” João Filho autointitulado “Jornalista Wando”, o perfil que “mais ajudou a disseminar a boataria” contra Nilson seria o @exposednilton, que “acabou sendo suspenso pelo Twitter, mas ainda é possível acessar parte do seu conteúdo pelo cache do Google”.

A publicação, entretanto, mente para tirar a culpa da real responsável por disseminar os boatos, a feminista @magconfeminist. O ápice da mentira é a afirmação de que “o perfil @exposednilton já havia postado os prints difamatórios duas horas antes dela”.

Uma busca pelos sites responsáveis por arquivar conteúdo desmascara o “Intercept”. Tanto o Internet Archive (aqui) quanto a cache do Google (aqui) mostram que, no horário dos servidores, a feminista @magconfeminist divulgou as informações falsas às 13:31 (em inglês, 1:31 PM) do dia 04 de fevereiro. Na última cópia do conteúdo antes de ser apagado, feita no Internet Archive no dia 06 de fevereiro às 2:06 da manhã, a mensagem da feminista possuía mais de 14 mil curtir e quase 5 mil compartilhamentos.

Já a conta erradamente apontada pelo Intercept como a que “mais ajudou a disseminar a boataria”, a @exposednilton, de acordo com a cache do Google (aqui) publicou as acusações apenas às 17:03 (em inglês, 5:03 PM) do dia 04 de fevereiro, portanto, quase quatro horas depois da feminista. Além disso, na última cópia do conteúdo antes de ser apagado, o tweet da @exposednilton possuía cerca de 2 mil curtir e 1200 compartilhamentos, um alcance muito menor do que a divulgação feita pela feminista.

Após a Caneta mostrar a manipulação no Twitter, a conta do “Jornalista Wando” afirmou que “no do @exposednilson ao passar o mouse pela hora aparece 5h03”. Entretanto, o horário exibido é o de 5:03 PM (17:03), ou seja, o próprio “jornalista” responsável pela matéria confirmou, sem querer, que o conteúdo da @exposednilson foi postado após a feminista.

Leia:  Presidente do PNR português dispara: “Jean Wyllys, não és bem-vindo a Portugal”

O CatanduvasMais é um agregador de notícias.

Deixe sua opinião:

pessoa(s) deixaram sua opinião. Sua opinião é muito importante, participe!