Política

Hospital Albert Einstein processa ator petista Zé de Abreu por difamação

Conforme noticiado anteriormente pelo República de Curitiba, o ator petista José de Abreu não poupou ofensas ao Presidente Bolsonaro, o primeiro ministro israelense Benjamin Netanyahu, e consequentemente aos hospitais Albert Einstein e Santa Casa de Juiz de Fora, além de atribuir a facada que quase tirou a vida de Jair ao Serviço Secreto de Inteligência de Israel, o Mossad.

Disse ele: “Teremos um governo repressor, cuja eleição foi decidida numa facada elaborada pelo Mossad, com apoio do hospital Albert Einstein, comprovada pela vinda do PM israelense, o fascista matador e corrupto Bibi. A união entre a igreja evangélica e o governo israelense vai dar merda”.

É claro que o Albert Einstein não gostou e decidiu processar. A instituição entrará com uma queixa-crime, além de uma ação civil de reparação de danos morais. O valor da indenização será doado para obras beneficentes, conforme informação da Veja.

Após o anúncio do processo, o ator apagou o tweet, mas se a internet nos ensinou alguma coisa, foi que ‘o print é eterno’.

O CatanduvasMais é um agregador de notícias.

Deixe sua opinião:

pessoa(s) deixaram sua opinião. Sua opinião é muito importante, participe!

Leia:  Trump elogia Bolsonaro em discurso nos EUA: “Um grande novo líder”