Futebol

Grêmio é condenado a multa de R$ 30 mil por injúria racial contra Yony González

A 5ª Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) condenou o Grêmio a pagar R$ 30 mil por injúria racial. O caso ocorreu no jogo contra o Fluminense, pelo Campeonato Brasileiro, onde um torcedor teria ofendido o atleta colombiano do time carioca Yony González.

A decisão foi dividida, quatro votos a um, e, tanto a Procuradoria, quanto o tricolor devem recorrer da decisão. A multa é a única punição já que, por se tratar de um caso isolado de ofensa (feita por uma única pessoa), o clube não corria risco de perder mando de campo, nem mesmo pontos na competição.

Um dia após a vitória do Fluminense sobre o Grêmio, um vídeo circulou pelas rede sociais, no qual supostamente se ouve um grito de “macaco”, que uma torcedora teria emitido para ofender o jogador da equipe visitante. não identificada para ofender o atleta.

A alegação da defesa do clube foi que não havia prova cabal para que houvesse a condenação. Além disso, o time utilizou um vídeo contra o racismo, feito por jogadores do Tricolor ainda na época do caso Aranha, para se defender. Também foram apresentadas duas testemunhas: um gandula que afirmou não ter ouvido a expressão; e um perito que disse não ser possível identificar a ofensa no áudio.

O Fluminense não participou do processo por entender que foi um ato de um torcedor e não do clube gaúcho.

O CatanduvasMais é um agregador de notícias, logo todo o conteúdo desta notícia é de responsabilidade do Jornal O Sul.

Deixe sua opinião:

pessoa(s) deixaram sua opinião. Sua opinião é muito importante, participe!

Leia:  O técnico Tite anuncia nesta sexta a lista de convocados para a Copa América