Política

“Buzzfeed” e “Catraca Livre” usam morte de Boechat para atacar Bolsonaro

A trágica morte do jornalista Ricardo Boechat virou pauta política para dois tradicionais abutres da esquerda: o BuzzFeed e o Catraca Livre de Gilberto Dimenstein.

Menos de duas horas após a divulgação da morte do jornalista, a conta do “BuzzFeedNews” no Twitter aproveitou o momento fúnebre para publicar uma crítica de Boechat a Bolsonaro feita em 2016. Com a repercussão negativa do tweet, o BuzzFeed resgatou, 40 minutos depois, uma crítica de Boechat ao criminoso Lula.

Já Gilberto Dimenstein, fundador do Catraca Livre, utilizou a morte do jornalista para atacar Bolsonaro com um texto de opinião. Segundo Dimenstein, a “Era Bolsonaro é a era da ameaça ao jornalismo independente” e “profissionais como Boechat era um dos melhores guerrilheiros na nossa trincheira a favor da liberdade de imprensa”.

Esta não é a primeira vez que o site de Dimenstein usa mortes em proveito próprio. Há poucos dias o Catraca Livre usou o crime em Brumadinho para atacar Bolsonaro, além de ter usado a morte dos jogadores da Chapecoense em 2016 para caçar cliques:

O CatanduvasMais é um agregador de notícias.

Deixe sua opinião:

pessoa(s) deixaram sua opinião. Sua opinião é muito importante, participe!

Leia:  General brasileiro é convidado a integrar comando militar dos Estados Unidos