Futebol

Brasil enfrenta a Bolívia logo mais, na estreia da Copa América

A Copa América começa nesta sexta-feira (14) e a seleção brasileira, anfitriã desta edição, abre o torneio enfrentando a seleção da Bolívia, às 21h30, no estádio Morumbi, em São Paulo. O Brasil já conquistou oito vezes o torneio, quatro delas quando sediou a competição. A última vez que ganhou foi em 2007. A Bolívia, por sua vez, levantou o caneco apenas uma vez, em 1863.

A cerimônia de abertura da competição promete ter casa cheia. Mais de 67 mil ingressos já foram vendidos para essa partida. O presidente Jair Bolsonaro confirmou presença e deve acompanhar o primeiro jogo da seleção canarinha.

No retrospecto geral de confrontos, a vantagem é ampla da Seleção Brasileira, com 20 vitórias, enquanto os bolivianos ganharam 5, e outros 4 empates. Além disso, o Brasil balançou as redes 96 vezes, enquanto os Los Verdes marcaram 25 gols.

Brasil

A seleção brasileira está no Grupo A e além da Bolívia, enfrentará ainda Venezuela e Peru na primeira fase. Para estreia, o técnico Tite não terá o goleiro Ederson com lesão na panturrilha esquerda e o volante Arthur, que sofreu uma pancada no joelho direito. Ambos realizam trabalhos de recuperação. Tite deve optar por Fernandinho ou Allan para substituir Arthur no meio-campo ao lado de Casemiro além do goleiro Alisson se mantendo na titularidade da equipe.

“É difícil… São adversários com uma característica diferente, uma competição curta. Tem um componente emocional e margem de erro pequena. Diferente de Eliminatórias. Mais parecida com a Libertadores. Mas uma coisa é certa, para ganhar tem que jogar bola. Não é de catimba, de querer ser mais macho do que ninguém. Que tenhamos a grandeza que o futebol é parte da sociedade.”, afirmou o técnico Tite.

Leia:  Diretor de futebol do Grêmio reconhece bom momento de Everton e destaca: “Só sai pelo valor da multa”

Bolívia

Sob comando do técnico Eduardo Villegas, a Bolívia ainda não ganhou este ano e já testou três formações diferentes nos amistosos que realizou, uma mais ofensiva, outra mais equilibrada e por fim uma mais defensiva. Para esta partida, os bolivianos devem optar pelo esquema defensivo com uma linha de quatro volantes, um armador a frente, Raul Castro, e uma referência no comando de ataque, Marcelo Moreno, que já atuou no futebol brasileiro.

“O Brasil vai ser um adversário difícil, com o apoio do seu povo, e é candidato a ganhar a Copa, mas nos preparamos bem, corrigimos erros, jogamos amistosos e estamos confiantes de que chegaremos da melhor maneira”, disse o goleiro Carlos Lampe, da Bolívia.

O técnico Villegas ressaltou que a partida será especial pois a seleção boliviana nunca jogou com um estádio totalmente cheio. Villegas projetou ainda um jogo difícil que vai exigir o melhor da sua equipe.

Temos que fazer uma partida perfeita, melhor do que fez o Catar, muito melhor do que fez Honduras, com ingredientes futebolísticos que tivemos nas últimas partidas. Jogar futebol é também evitar que o rival jogue. E Brasil recupera a bola muito rápido e isso é algo que estamos cuidando. Quero uma equipe que tenha agressividade e controle. Se não defendermos bem o Brasil, não teremos chance de procurar o triunfo”.

Brasil x Bolívia

Local: Morumbi, em São Paulo

Data e horário: sexta-feira, às 21h30

Provável escalação:

Brasil: Alisson, Daniel Alves (C), Marquinhos, Thiago Silva e Filipe Luís; Casemiro e Fernandinho (Allan); David Neres, Coutinho e Richarlison; Firmino.

Bolívia: Lampe, Diego Bejarano, Haquin, Jusino e Marvin Bejarano; Justiniano, Saucedo, Castro e Fernández; Vaca e Marcelo Moreno.

Arbitragem: Nestor Pitana, auxiliado por Hernán Maidana e Juan Belatti; quarto árbitro será o equatoriano Roddy Zambrano.
VAR – Patricio Loustau, auxiliado por Fernando Rapallini e Ezequiel Brailovsky, e observados por Pablo Silva (todos da Argentina).Brasil

Leia:  Inter chega em Atibaia para semana de treinamento

O CatanduvasMais é um agregador de notícias, logo todo o conteúdo desta notícia é de responsabilidade do Jornal O Sul.

Deixe sua opinião:

pessoa(s) deixaram sua opinião. Sua opinião é muito importante, participe!