Futebol

Após vitória no Gauchão, o Inter iniciou a preparação para mais um duelo na Libertadores

Menos de 24 horas após vencer o Aimoré no estádio Beira-Rio pelo Campeonato Gaúcho, o Inter voltou aos trabalhos visando ao próximo confronto da equipe. A partida é contra o Alianza Lima (PER), na quarta-feira (13), às 21h30min, no Beira-Rio, pela segunda rodada da Libertadores. Na primeira partida do grupo, o Inter venceu o Palestino (CHI), em Santiago, e conquistou a liderança já que o time peruano empatou com o River Plate (ARG) jogando no Peru.

O primeiro treino mirando o jogo pela competição sul-americana foi realizado na manhã desta segunda-feira (11), com a primeira parte aberta para imagens e depois fechado para o trabalho tático. O técnico Odair Hellmann optou pela privacidade para iniciar a definição de time que entrará em campo para buscar a segunda vitória em dois jogos. Na tarde desta terça-feira (12), o treinador terá mais uma atividade para fechar a preparação para o confronto.

Após o treinamento, o meio-campista Edenilson, um dos destaques do time na vitória no Chile, concedeu entrevista coletiva no CT Parque Gigante e ressaltou a importância da torcida no duelo com os peruanos. “Os ingressos estão esgotados. Esperamos muito o apoio para essa partida. O torcedor já demonstrou a importância dele. Temos muita força perto do nosso torcedor”, afirmou o camisa 8. O jogador falou da expectativa para a estreia do Inter em casa na Libertadores, respondeu sobre a sequência de vitórias e ainda arriscou um espanhol nas perguntas de um jornalista peruano que cobriu o treinamento da equipe.

Os ingressos para as áreas livres do estádio e cadeiras marcadas já foram vendidos, mas até esta segunda-feira ainda restavam bilhetes na área Coração do Gigante e camarotes.

O CatanduvasMais é um agregador de notícias, logo todo o conteúdo desta notícia é de responsabilidade do Jornal O Sul.

Deixe sua opinião:

pessoa(s) deixaram sua opinião. Sua opinião é muito importante, participe!

Leia:  Neymar mantém a confiança de Tite, mas precisa se reavaliar em campo