Futebol

A Confederação Brasileira de Futebol decretou luto de três dias pela morte de dona Ivone, a mãe do técnico Tite

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou luto oficial de três dias em decorrência da morte da mãe do técnico Tite, Ivone Bachi, ocorrida no sábado (09). Ela tinha 83 anos. O sepultamento foi realizado neste domingo (10), em Caxias do Sul

Em comunicado publicado em seu site oficial, a CBF prestou solidariedade ao treinador da seleção brasileira e a seus familiares. “Com Tite, o neto, Matheus Bachi, e toda família, compartilhamos o carinho e a solidariedade dos amigos da CBF”, diz a nota.

Confira a nota da CBF

“A Confederação Brasileira de Futebol se solidariza com o técnico Tite pelo falecimento de sua mãe, senhora Ivone Bachi, aos 83 anos, neste sábado (09), em Caxias do Sul.

Profundo admirador dos seus pais, da educação e dos valores recebidos, o técnico da Seleção Brasileira sempre reforça publicamente a importância da família para a sua trajetória pessoal e profissional bem sucedidas.

Com Tite, o neto, Matheus Bachi, e toda família, compartilhamos o carinho e a solidariedade dos amigos da CBF, na certeza de que o amor e os bons momentos são eternos.

Em memória de dona Ivone Bachi, a presidência da CBF decretou luto por três dias.”

Homenagens

Diversas homenagens à mãe do técnico Tite foram realizadas em partidas de futebol pelo País todo no sábado e neste domingo. Durante os jogos, foi feito um minuto de silêncio, em respeito à dona Ivone.

Sepultamento

Dona Ivone foi enterrada no final da tarde deste domingo no Cemitério Parque, na cidade de Caxias do Sul. Foi realizada uma cerimônia reservada somente aos familiares e amigos. A mãe do técnico da Seleção Brasileira morreu de causas naturais, na casa onde morava.

Tite chegou à cidade no início da noite de sábado para acompanhar o velório da mãe, ao lado dos irmãos, Beatriz e Miro, e outros familiares.

Leia:  Grêmio vence clássico Gre-Nal e se isola na liderança do Gauchão

O técnico Tite nunca escondeu o orgulho que tinha de sua mãe e, em diversas entrevistas, fazia questão de demonstrar isso, dizendo que o sucesso que alcançou era resultado da educação que tinha recebido. “Eu só cheguei até aqui porque eu tive uma grande mãe, um grande pai e um grande irmão.”

O CatanduvasMais é um agregador de notícias, logo todo o conteúdo desta notícia é de responsabilidade do Jornal O Sul.

Deixe sua opinião:

pessoa(s) deixaram sua opinião. Sua opinião é muito importante, participe!