Bem-estar

A chegada do inverno pede atenção especial com a saúde




Reforçar a imunidade a partir de uma alimentação natural, rica em frutas e verduras, além de hidratação adequada, ingerindo preferencialmente água e sucos, é fundamental para manter a saúde do organismo, especialmente com a chegada dos meses de inverno. O predomínio do frio, umidade e tempo instável acaba influenciando na eficácia do sistema imunológico, ocasionando diversos problemas respiratórios. É o que explica o pneumologista da SMS (Secretaria Municipal de Saúde) João Antônio Bonfadini Lima.

Para reduzir as chances de desenvolver quadros virais nessa época do ano, é fundamental observar algumas dicas no sentido de prevenir o contato com os diversos tipos de vírus. “Na prevenção, a medida mais impactante é reduzir o contato, evitando ambientes fechados com grande número de pessoas. O ideal é manter a casa ventilada e fazer passeios ao ar livre”, avalia Lima.

No caso da síndrome gripal e de outras viroses, uma medida simples e eficaz de prevenção é lavar as mãos com água e sabonete com frequência, evitando o contato com olhos, boca e nariz quando não estiverem higienizadas, já que o vírus pode permanecer por pelo menos 30 minutos na pele. “A sobrevivência do vírus no ar é baixa, permanecendo por mais tempo em superfícies como mesas e mucosas nasais, por isso a necessidade de manter os ambientes arejados e as mãos higienizadas, procurando usar lenços de papel”, orienta o médico, lembrando que a vacinação contra a gripe para grupos prioritários também reduz as chances de contato com o vírus. Ao espirrar ou tossir, a orientação é proteger a boca, para não espalhar o vírus. O uso de álcool gel também é indicado. Outra dica é sair de casa bem agasalhado em dias frios.

Prevenção

Leia:  Um estudo contesta a teoria de que beber moderadamente faz bem. Qualquer quantidade de álcool aumenta o risco de sofrer um derrame

Em bebês e crianças pequenas, as três doenças que mais motivam a busca por internações são bronquiolite, pneumonia e asma. Conforme relata o pneumologista, essas doenças são responsáveis por um terço até metade das internações nos meses de inverno. O zelo deve ser redobrado especialmente até os 2 anos de idade. “É muito importante evitar o contato de pessoas que apresentem quadros virais. A bronquiolite, por exemplo, é uma doença grave nessa faixa etária, pois o vírus se instala nos bronquíolos, partes finais dos brônquios, e não há um medicamento indicado, apenas o uso de oxigênio”, informa o médico.

Usar soro fisiológico para a limpeza do nariz pode reduzir as chances de vírus ou bactérias se instalarem. “A limpeza direta do nariz contribui para permitir que o ar passe com mais facilidade, evitando a secreção acumulada que, com o tempo, acaba tornando-se terreno propício para a chegada de infecções”, diz Lima.

Atendimento

Em quadros com febre acima de 38,5, tosse, dor de cabeça e indisposição, o indicado é procurar atendimento. A rede municipal de Porto Alegre disponibiliza 140 unidades de saúde à população. As unidades de saúde contam com profissionais capacitados para atender os pacientes, com horários diferenciados de acordo com o funcionamento dos serviços, sempre de segunda a sexta-feira: nas unidades de saúde, o atendimento vai das 8h às 17h (importante procurar o local de referência, conforme o endereço de moradia do paciente); na US São Carlos, US Tristeza, US Ramos e no Centro de Saúde Modelo, das 8h às 22h; e na Clínica de Família da Restinga, das 8h às 20h. O atendimento é pelo SUS (Sistema Único de Saúde), inclusive com acesso a medicamentos.

O CatanduvasMais é um agregador de notícias, logo todo o conteúdo desta notícia é de responsabilidade do Jornal O Sul.

Leia:  A Anvisa deve regulamentar produção medicinal da cannabis até novembro

Deixe sua opinião:

pessoa(s) deixaram sua opinião. Sua opinião é muito importante, participe!